16
jan 10

Tudo Que Eu Devia Saber Na Vida Aprendi No Jardim-de-Infância

Esse é um trecho do livro “Tudo Que Eu Devia Saber Na Vida Aprendi No Jardim de Infância” de Robert Fulghum.

O livro é muito bom, com vários textos leves e bem escritos sobre os fatos da vida cotidiana, mas o que eu mais gosto nesse texto em particular é que ele nos lembra de valores muito importantes, que por algum motivo, nos esquecemos no decorrer de nossa vida.

Viva o jardim de infância.

Tudo que eu preciso mesmo saber sobre como viver, o que fazer, e como ser, aprendi no jardim-de-infância. A sabedoria não estava no topo da montanha mais alta, no último ano de um curso superior, mas no tanque de areia do pátio da escolinha maternal.
Vejam o que aprendi:
– Dividir tudo com os companheiros.
– Jogar conforme as regras do jogo.
– Não bater em ninguém.
– Guardar os brinquedos onde os encontrava.
– Arrumar a “bagunça” que eu mesmo fazia.
– Não tocar no que não era meu.
– Pedir desculpas, se machucava alguém.
– Lavar as mãos antes de comer.
– Apertar a descarga da privada.
– Biscoito quente e leite frio fazem bem à saúde.
– Fazer de tudo um pouco – estudar, pensar e desenhar, pintar, cantar e dançar, brincar e trabalhar, de tudo um pouco, todos os dias.
– Tirar uma soneca todas as tardes.
– Ao sair pelo mundo, cuidado com o trânsito, ficar sempre de mãos dadas com o companheiro e sempre “de olho” na professora.

Pense na sementinha de feijão, plantada no copo de plástico: as raízes vão para baixo e para dentro, e a planta cresce para cima – ninguém sabe como ou por quê, mas a verdade é que nós também somos assim.

Peixes dourados, porquinhos-da-índia, esquilos, hamsters e até a semente no copinho plástico – tudo isso morre. Nós também. E lembre-se ainda dos livros de histórias infantis e da primeira palavra que você aprendeu, a mais importante de todas: Olhe! Tudo que você precisa mesmo saber está por aí, em algum lugar. A regra de ouro, o amor e os princípios de higiene. Ecologia e política, igualdade e vida saudável.

Escolha um desses itens e o elabore em termos sofisticados, em linguagem de adulto; depois aplique-o à vida de sua família, ao seu trabalho, à forma de governo de seu país, ao seu mundo, e verá que a verdade que ele contém mantém-se clara e firme. Pense o quanto o mundo seria melhor se todos nós – o mundo inteiro – fizéssemos um lanche de biscoitos com leite às três da tarde e depois nos deitássemos, sem a menor preocupação, cada um no seu colchãozinho, para uma soneca. Ou se todos os governos adotassem, como política básica, a idéia de recolocar as coisas nos lugares onde estavam quando foram retiradas; arrumar a “bagunça” que tivessem feito.

E é verdade, não importa quantos anos você tenha: ao sair pelo mundo, vá de mãos dadas, e fique sempre “de olho” no companheiro.

30
dez 09

Restropectiva 2009

No início do ano eu tracei algumas metas pessoais e profissionais com o intuito de me organizar, e dar foco em alguns objetivos que eu julgava serem os mais importantes nas duas categorias.

Bom. Chegou a hora da minha retrospectiva pessoal do ano de 2009.

Abaixo eu faço um balanço do que defini como metas, e o “status” de cada uma delas (com alguns comentários):

Metas Profissionais

– Fazer MBA  

Iniciei o curso de MBA em Tecnologia da Informação – MBTI-e na UFRJ. Estou gostando muito do curso. Os professores são muito bons. A maioria deles não é puramente da área acadêmica. Na verdade acho que quase todos são do mercado (ainda não tive aula com todos). Muitos trabalham em grandes empresas (ou são sócios), e alguns são professores da FVG e até do IME, o que é um bom indicador.

Os companheiro de turma também são excelentes. São em sua maioria, pessoas com bastante experiência e bagagem. O que torna as aulas muito interessantes e participativas, pois o nível da turma é muito bom. Além do mais a galera gosta de um choppinho, e isso também conta, né 😉

– Certificação SCJP  

É! Não foi dessa vez 🙁 Mas em 2010 sai 😀

Persigo essa certificação a mais de um ano, mas na realidade ainda não me animei o suficiente para estudar para ela. Sei que ela não vai fazer muita diferença na minha carreira (no momento que ela se encontra), e sei daquele papo de que certificação não prova a qualidade do sujeito, mas esse é um objetivo profissional com um Q de pessoal (se é que me entendem). Esse ano sai, e como incentivo já comprei o “voucher”. Essa será uma das minhas prioridades no ano que vem.

– Melhorar o inglês (aulas particulares)  

Muita coisa aconteceu em 2009, e infelizmente meu orçamento não permitiu que eu fizesse as minhas tão sonhadas aulas particulares de inglês. Já me formei a MUITO tempo, e o que eu queria era mesmo dar uma afiada na pronuncia e na conversação. Vou tentar uma saída mais barata em 2010, que são aulas de conversação em grupo. Não é o que eu queria, mas pelo menos vou dar um gás, e quem sabe me animo para as aulas particulares.

– Nova oportunidade na carreira  

Na verdade essa meta não significava que eu teria que mudar de emprego, mas foi o que acabou acontecendo aos 48 minutos do segundo tempo 😉

Fui contratado pela CPM Braxis para trabalhar, a partir de janeiro de 2010, na área de arquitetura da Bradesco Seguros e Previdência. Um novo desafio que eu acho que será muito rico e proveitoso.

Metas Pessoais

– Iniciar Exercícios  

Passei esse ano todo sem fazer um exercício sequer (não contam exercícios esporádicos, só os periódicos). Com isso são dois anos de jejum completo 🙁

Essa, com certeza, será uma das minhas prioridades para 2010. Tenho que fazer exercícios com urgência.

Pretendo começar a caminhar bem devagrazinho, e assim me preparar para correr. Andar de bicicleta também é válido, mas tem que ser com uma periodicidade de pelo menos três vezes na semana. O resto é consequência.

– Me Alimentar Melhor  

Uma coisa leva a outra. Não me exercito, e como pior. Mas isso vai mudar.

Uma das consequências de se exercitar é que você procura comer bem. Isso além de ser ótimo para a saúde do corpo, potencializa os efeitos dos exercícios. Mas tenho que admitir que esse será um desafio para mim. Eu simplesmente adoro comer besteira (sanduíches, churrasco, sobremesas em geral, etc.). Vai ser duro, mas é preciso :/

– Iniciar reforma da casa nova  

Começamos a reformar a casa que compramos esse ano. Nos mudamos em julho. Na verdade estamos apenas começando. Sabem como é. Pintar a casa, mudar os pisos, reformar o banheiro, essas coisas. Vamos fazer as coisas bem devagar, mas devagar a casa vai ficar com a nossa cara.

No início do ano que vem irei refazer a minha lista de metas e tentar executar as que não consegui em 2009. Tabém tenho algumas novas para inserir na lista.  Bem. Irei postar as minhas metas com a ordem de prioridades para ver se me incentivo mais a não desistir.

Espero conseguir todas, ou pelo menos as mais importantes 😉